• Alho-poró

O que você deve saber antes de fazer um vídeo?


CONTEÚDO PRIMEIRO PASSO

Primeiro temos que ter um conteúdo que o público compre, queira assistir.

Então vamos lá, dicas pra definir o tema do conteúdo:


  1. Pense no público, nas principais duvidas que ele tem (lógico, não precisa entregar a galinha dos ovos de ouro, mas o seu público é leigo então tem várias dicas básicas que pra ele será a descoberta do ano!). Escolhe uma pergunta. Esse será o seu tema!

  2. Crie caixas de perguntas, testes e enquetes nos stories. Procure saber o que pode interessar mais o seu público. Podes perguntar qual o segmento dele, quais as duvidas que ele tem, o que ele espera ver no seu perfil…

  3. Configure Google Alerts para receber as notícias das palavras mais importantes do seu segmento (essas que você sabe pela sua experiência e retorno das respostas do público no stories).

  4. Siga perfis de autoridades do seu segmento, nível nacional, para se inspirar em conteúdos que elas estão falando.

IMPORTANTE: VOCÊ TEM QUE FALAR DE CONTEÚDO QUE VOCÊ DOMINA!


ROTEIRO

Agora é hora de tocar ficha, escreva o que você sabe e já faz de olhos fechados. Confie no seu conteúdo! Nada de improviso gente, mesmo que seja conteúdo para uma LIVE.


Agora que você escreveu livre leve e solto, vamos analisar cada paragrafo e entender se ele tem inicio, meio e fim. Comece explicando porque o tema é interessante, depois explique o problema e então dê a solução. Ou se forem dicas e passo a passo, coloque na ordem em que a pessoa deve executar.

Agora que ele tem estrutura, vamos reler e tornar ele atrativo: as vezes é um pouco de humor, outras vezes é com um exemplo prático e outras é fazendo perguntas pra si mesmo (como se você estivesse interagindo com alguém).


LOCAL

A primeira preocupação: é melhor um fundo liso/neutro do que um fundo que é bonito mas que não combina com a sua marca.

Um bom local também é um local que você tem controle. Exemplo:

  • Local fechado - possa colocar luz

  • Área externa - coberto caso chova, ou então que você tenha um prazo maior para remarcar as filmagens se necessário

  • Casa - cuidar para não ter barulhos inconvenientes e que ninguém apareça no meio da gravação (porta trancada).

Se você não tem um bom equipamento de áudio você vai precisar filmar onde se tem controle de som. Isso tudo são exemplos de “ter controle” sobre o local. Principalmente ser for algo pré divulgado, ao vivo, como uma LIVE.


ILUMINAÇÃO

Iluminação é algo que precisa de muito estudo e atualização. Mas segue algumas dicas do básico:

Pelo celular, quanto mais claridade melhor. Todo smartphone vai automaticamente se adaptar bem a bastante quantidade de luz, porém pouquíssimos vão conseguir transmitir com boa qualidade em um local com pouca luz.

Dê preferência pela luz natural, vindo de lado.

Filmagens de dia, em casa: fique de lado para a janela.

Filmagens de dia, externas: fique de lado para o sol.

LIVE a noite: luz mais forte ao lado com apoio de outras luzes que são responsáveis por outras funções (teria que fazer um post só sobre isso), mas resumindo: esqueça luz frontal. Esse é um erro muito comum. A luz nunca pode vir de frente. Por exemplo, aqueles ring lights que é moda do pessoal usa, é furada. Você nunca vai ver alguém que entende de iluminação filmando na frente de um ring light.


AUDIO

Cuidado com barulhos externos.

Hoje os smartphones já vem com boa qualidade de microfone, a única questão realmente é se tem barulhos externos (carros passando, gente falando, barulho de obra, cachorro latindo, música do vizinho)... daí você vai precisar de um microfone externo.

Se for para pensar em equipamento, existe uma grande variedade. Os fones de ouvido são uma opção se você quiser fugir um pouco dos barulhos externos, porque eles acabam captando só o que está mais perto. Mas se for investir um pouco mais, a melhor coisa é microfone de lapela pelo custo benefício. Desde que seja uma marca boa.


EQUIPAMENTO

Celular ou câmera profissional?

Pensando na qualidade final, a câmera profissional te dá mais opções de lentes que dão efeitos diferentes na imagem, fora a própria qualidade de imagem. Então, se for um conteúdo mais elaborado, opte por uma câmera e um profissional que saiba usá-la. Caso você vá filmar sozinho, leigo, os smartphones calibram tudo sozinho, luz, cor, som… a única preocupação que você vai precisar ter é se o seu celular está com bateria.


FILMAGEM

Ufa, pronto! Texto feito e ambiente preparado… mas como gravar isso de uma forma que você não fique paralisado lendo uma folha, ou que não gagueje?!

Primeiro: isso tudo pode acontecer e é gravando, regravando que se acerta. Não tenha medo de errar… inclusive, se prepare porque os primeiros você provavelmente não vai gostar tanto (é normal sempre acharmos que dava pra ficar melhor).


Dicas para a hora da filmagem:

  • Quando for gravado: primeiro separe o texto em pequenos textos. Encontre os pontos em que um raciocino começa e termina, é ali que você vai cortar e gravar pedaço por pedaço. Leia e releia cada pedaço… interprete o texto e fale com naturalidade. Depois de ler e reler várias vezes, grave o trecho. E assim você vai fazer com todo o roteiro.

  • Quando for ao vivo: prepare uma apresentação com os tópicos; não tem problema as vezes se perder, ter que ler a tela… é isso aí. Até os repórteres as vezes se perdem no ao vivo.

EDIÇÃO


O que um bom profissional pode fazer pelo seu vídeo?

Esse cara vai poder melhorar a filmagem, não só colocar texto e música, por exemplo. Ele vai melhorar iluminação, o audio de você falando, ajustar cores e enquadramento…

Por exemplo os cortes e encaixe com música. Existe um tempo certo para acontecer o corte (o preto e branco, o zoom…). Isso tem que ser alguém que estudou para isso. Sem dizer que os programas utilizados por eles são cheios de possibilidades para tornar o vídeo mais atrativo e completo.

Como trabalhar se for fazer sozinho, sem muito conhecimento: se você não é um profissional, você vai ter que aceitar e correr os riscos de lançar um vídeo editado por um amador. Sempre, em tudo, o material vai ficar melhor feito por quem estudou e tem experiência, do que por nós metidos tentando fazer sozinhos. Então resumindo: aceite que a sua edição não será a ideal. Mas de modo geral, erra menos quem coloca menos firulas. Erra menos quem usa fontes mais retas e simples. A dica de assistir muitos vídeos e filmes é válida, ter bom gosto para edição se pega estudando e também assistindo material de boa qualidade. Não é questão do que você gosta, mas do que a maioria gosta.


Curtiu o conteúdo? Então segue a gente nas redes sociais!





1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Defendemos que a geração de conteúdo nas redes sociais e blogs são diretamente ligadas ao crescimento de reconhecimento e venda da sua marca. Porém, uma forcinha para aumentar o alcance de um site não